Home  ›  Recrutamento e seleção  ›  13 perguntas chave de um teste de competência profissional
Recrutamento e seleção

13 perguntas chave de um teste de competência profissional

teste de competência

Para escolher os melhores candidatos para um processo de seleção, devemos tirar partido de uma ferramenta essencial: o teste de competência.

33% das empresas são incapazes de encontrar e atrair o talento de que necessitam, de acordo com o último relatório Randstad. Contudo, este não é o único facto notável: a escassez de talentos afectou os resultados comerciais de 81% das empresas inquiridas.  Felizmente, o teste de competência profissional nasceu para os ajudar.

É uma ferramenta de recrutamento e seleção que nos permite conhecer o candidato antes de entrar para a empresa e escolher aquele que melhor se adapta às necessidades da organização. É também um recurso chave na seleção por competência.

Tabla de contenidos

5 vantagens da seleção com um teste de competência

Actualmente, as empresas estão a concentrar os seus processos de seleção na procura de competências específicas. Desta forma, analisam se os candidatos possuem as competências necessárias para o trabalho oferecido. A experiência e conhecimentos dos candidatos são importantes, mas não são a única coisa que traz valor às empresas.

testes de competências

As vantagens de realizar um processo de seleção baseado num teste de habilidade profissional são:

  • Maior conhecimento dos candidatos, o que reduz as taxas de rotação de pessoal;
  • Os erros de seleção são minimizados porque ao sabermos como o candidato enfrenta determinadas situações podemos fazer uma seleção sem surpresas na sua incorporação;
  • Permite-nos detectar quais os candidatos que se enquadram, ou não, com os valores da empresa;
  • A empresa pode enfrentar novos desafios com a certeza de que o novo colaborador é capaz de os executar pois possui competências tais como capacidade de resolução de problemas e de tomada de decisões;
  • É formada uma equipa multidisciplinar de alto desempenho, cuja interação conduz a melhores resultados comerciais.

Reunimos os melhores testes psicométricos na área de Recursos Humanos para selecionar pessoal e encontrar as habilidades profissionais e qualidades pessoais mais necessárias para o cargo.

Baixe nosso guia gratuitamente no seguinte formulário:

Como identificar competências: teste de habilidades e competências

Considerações prévias ao teste de competência

O teste de competência é muito útil para o departamento de RH quando têm de fazer um processo de seleção, mas também quando analisam o que está a acontecer com alguns funcionários de um determinado departamento.

testes de personalidade

Com o teste de habilidade profissional, é possível medir diferentes competências, tais como, capacidades de comunicação, a capacidade de trabalhar em equipa, de planear um projecto ou de o dirigir. Em função da posição oferecida, será necessário possuir umas ou outras características.

Existem três tipos de competências profissionais fundamentais:

Teste de competências básicas de trabalho

São as competências relacionadas com os valores universais, como o respeito ou a tolerância, mas também os adquiridos no ensino obrigatório, como a leitura ou a escrita. Por outras palavras, podem ser sociais ou pessoais.

Teste de competências genéricas

Estas são as competências essenciais que todos nós devemos ter, independentemente do trabalho que desempenhemos. Podem ser inatas, mas também podem ser aprendidas através de planos de formação específicos. Incluem a capacidade de trabalhar em equipa, criatividade, empatia, adaptabilidade, entre outras. 

O domínio de uma ou outra competência genérica dependerá das características de cada pessoa. Nem todos têm de os dominar ao mesmo nível. Por outro lado, as competências básicas têm um carácter universal e assume-se que qualquer indivíduo deve dominá-las.

testes psicométricos de inteligência

Teste de competências profissionais específicas

Teste de competências são essenciais para uma determinada profissão. Por exemplo, um programador informático deve ser proficiente em linguagens de programação específicas da empresa, ter capacidades de resolução de problemas e um conhecimento profundo de redes, hardware e software. 

Por outro lado, uma cabeleireira precisa de ser criativa, de controlar as diferentes técnicas de corte de cabelo ou de ter os conhecimentos necessários sobre produtos químicos para aplicar uma determinada tintura ou outra aos seus clientes.

A pessoa responsável pelo processo de seleção deve saber antes de iniciar o processo quais as competências que o candidato deve ter para conseguir adaptar as perguntas do teste e identificar correctamente o profissional que irá integrar a empresa.

O nosso software de recrutamento e seleção integra uma solução que seleciona automaticamente os melhores candidatos com base na sua correspondência com a descrição do trabalho. Assim, através de testes de recrutamento e seleção, é possível analisar quais as competências que melhor se adequam e, acima de tudo, quais das que estão marcadas como “chave” para a posição em questão.

Provas psicométricas de seleção de pessoal

Por outras palavras, um candidato pode pontuar mal em algumas competências e continuar a ser o mais qualificado para o trabalho porque se destaca nas competências que são necessárias.

Testes cognitivos

Esta ferramenta é altamente fiável quando se trata de analisar o desenvolvimento do potencial do trabalhador. Calcula com grande precisão quais as competências em que cada candidato se destacará.

Software de recrutamento e seleção com TESTES PSICOMÉTRICOS
Capte o melhor talento com um sistema que seleciona candidatos de forma objetiva


13 perguntas padrão de um teste de competência

Há um número infinito de perguntas de teste de competência padrão, dependendo das atitudes e aptidões que o recrutador procura. Estas são perguntas fechadas nas quais o candidato escolherá a opção com a qual mais se identifica.

Abaixo seleccionámos algumas questões para o ajudar a desenvolver um teste de competência eficaz:

1. Quando planeiam e lhe pedem uma nova tarefa, qual é a sua reação?

  • Sigo as instruções e não questiono nada, mesmo que arranje soluções melhores.
  • Faço todas as perguntas para ter a certeza que compreendo o que tenho de fazer.
  • Penso nos detalhes do projeto antes de o pôr em prática.
  • Realizo-o, mas com um toque pessoal.
  • Preciso de terminar o projeto anterior, caso contrário não sou capaz de me concentrar em nenhum deles.
  • Nenhuma das anteriores.

2. Como organiza o seu dia de trabalho?

  • À medida que o dia se desenrola.
  • Organizo uma lista de tarefas a realizar para cada dia da semana.
  • Verifico o meu correio e seleciono de acordo com o que me apetece fazer todos os dias.
  • Espero que o meu gestor me dê prioridades.

3. Como lida com os dias em que a carga de trabalho é demasiado pesada?

  • Gera muito stress e eu posso ficar bloqueado.
  • Estou habituado a isso, pelo que dou prioridade às tarefas e planifico o meu dia de trabalho ao minuto.
  • Sou capaz de lidar com muita pressão.
  • Nunca tive uma carga de trabalho excessiva.

4. Escolha a frase com a qual mais se identifica:

  • O importante é a perfeição, entregar com atraso não é tão importante.
  • As entregas têm de ser cumpridas, mesmo que a qualidade não seja perfeita.
  • Sou capaz de entregar trabalhos urgentes dentro do prazo e com a qualidade certa.
  • Nenhuma das frases acima me representa.

5. É capaz de organizar e dirigir uma reunião de equipe para gerar novas ideias para um projecto?

  • Não me vejo capaz.
  • Nunca o fiz antes, mas podia tentar.
  • Tenho a certeza de que obteríamos bons resultados.
  • Tenho experiência e posso prová-la.

6. Organiza a sua rede profissional?

  • Não tenho tantos contactos que precise de os organizar.
  • Na minha profissão, os contactos não são importantes.
  • Tenho-os organizados numa pasta física onde guardo os seus cartões de visita.
  • Tenho uma agenda de endereços digital onde guardo todos os meus contactos.
  • Mantenho-os digitalmente com os seus números de telefone, bem como com as suas redes sociais e e-mails.
Newsletter Brasil

7. No seu trabalho, é competitivo ou colaborativo?

  • O sector obriga-me a ser competitivo.
  • Colaboro quando me é pedido pelo meu gerente.
  • Colaboro com aqueles que me ajudaram antes.
  • Se eu tiver tempo livre e alguém precisar da minha ajuda, estou disponível.
  • Ofereço sempre ajuda a quem pede.

8. Profissionalmente, como se comunica?

  • Telefono, é mais rápido.
  • Prefiro falar directamente, cara a cara.
  • O correio electrónico é melhor.
  • Eu utilizo o Whatsapp.
  • Através de canais profissionais, tais como Slack ou Trello.

9. Você lidera um projecto e tem de explicar aspectos técnicos a pessoas que não conhecem o assunto, como o faz?

  • Explico-lhe pouco a pouco, mas com todos os pormenores.
  • Digo-lhes o básico, para não os confundir.
  • As coisas são melhor compreendidas com exemplos, por isso preparo alguns exemplos para facilitar.

10. Na sua equipe de trabalho há duas pessoas que estão constantemente a lutar e o confliro é notório, como reage?

  • Eu fico de fora e deixo-os resolverem tudo sozinhos como adultos.
  • Falo com eles individualmente e tento encontrar uma solução.
  • Eu marcaria uma reunião entre os três para falar sobre os problemas que eles têm.

11. É-lhe pedido que organize uma actividade de formação de equipes fora do escritório. Como reage?

  • Que preguiça! Com tudo o que tenho para fazer…
  • Vou analisar as actividades de outros anos e assim não vou demorar muito tempo.
  • Que actividades seriam boas para melhorar o ambiente de trabalho?
  • Vou pensar em opções criativas e originais que ainda não tenham sido feitas.

12. É auto-suficiente na resolução de questões técnicas simples como a instalação de uma impressora ou software?

  • Peço sempre ajuda, prefiro não tocar.
  • Não é o meu trabalho, eu chamo o colega das TI.
  • Já tentei algumas vezes, mas sou demasiado desajeitado.
  • Sim, eu posso fazê-lo e poupo tempo.

13. É-lhe dito que amanhã há uma reunião urgente e que está encarregado de preparar a apresentação. Com que frase se identifica?

  • Não posso fazer nada de qualidade em tão pouco tempo.
  • Vou fazer o melhor que posso, embora não conheça nenhum destes programas.
  • Vou pedir ajuda a um colega ou amigo.
  • Perfeito! Sou capaz de fazer a apresentação e adaptá-la ao conteúdo e ao público.

Estas perguntas, e especialmente as respostas dos candidatos, fornecem uma visão significativa das suas capacidades de gestão, trabalho de equipe, liderança e competências individuais.

O teste compeTEA – teste de competência chave

O teste competeTEA é um questionário concebido para avaliar as competências pessoais e profissionais necessárias para uma determinada profissão. Especificamente, avalia 20 competências fundamentais agrupadas em cinco áreas temáticas:

Intrapessoal 

Concentra-se nas competências emocionais que determinam a forma como agimos em situações específicas. Analisa a capacidade de auto-controlo, auto-confiança, estabilidade emocional, confiança e reações a situações adversas.

Interpessoal

Avalia as capacidades emocionais, mas em termos de como nos relacionamos com aqueles que nos rodeiam. Por outras palavras, tem em conta as capacidades de comunicação do candidato, a sua capacidade de negociar, de trabalhar em equipa e de persuadir os outros.

Desenvolvimento de tarefas

Presta atenção às competências relacionadas com a forma como o trabalho em si é feito e como os problemas são resolvidos.
O questionário nesta área analisa a iniciativa do empregado de iniciar acções nas quais assume responsabilidades concretas, a capacidade de análise para identificar os problemas e encontrar soluções, a atitude em relação à tomada de decisões e a sua vontade de alcançar os objectivos planeados e melhorar os resultados.

Ambiente

Mede as habilidades profissionais relacionadas com os conhecimentos do colaborador sobre a empresa, o seu interesse em satisfazer as necessidades dos clientes, a sua capacidade de antecipar e formular melhorias comerciais, e a sua lealdade e identificação com os valores da empresa.

Gestão

Preocupa-se essencialmente com as competências do funcionário na gestão de uma equipa, de forma a assegurar que os seus membros tenham o melhor desempenho possível – as suas capacidades de liderança, planeamento e organização.

A conclusão do teste competeTEA é bastante rápida pois em apenas 30 minutos o indivíduo responderá a 170 perguntas que permitem ao gestor de RH verificar se este é ou não adequado para outro cargo de responsabilidade dentro da empresa, ou se deve ser escolhido para a nova oferta de emprego. 

Além disso, é eficaz porque a correção deste teste de competência é feita automaticamente por computador, o que reduz a possibilidade de erro humano e os resultados são obtidos quase instantaneamente.

Modelos de teste de competências profissionais

Os testes de habilidades e competências tornaram-se um recurso essencial no departamento de RH para encontrar os funcionários mais adequados a cada posição.

Existe uma grande variedade de modelos de teste de habilidade profissional, dependendo das competências que a empresa pretende analisar. Aqui estão alguns links interessantes para que possa criar o seu próprio teste de competência:

Exemplos de testes de habilidade profissional, social e interpessoal

Guia Testes de Recursos Humanos

Outras ferramentas para melhorar o processo de contratação

Para que seja possível recrutar de uma forma mais eficiente, estruturada e com um baixo risco de desvios cognitivos, as empresas apostam na implementação de ferramentas de seleção conhecidas como Applicant Tracking System (ATS).

Provas psicometricas

Um ATS permite ao departamento de RH melhorar o processo de seleção, acelerando a comunicação com o candidato e mantendo em ordem todo o funil de recrutamento, bem como os ficheiros dos candidatos. É possível ter num só lugar os resultados das entrevistas e testes psicométricos que foram feitos. Depois podem rapidamente comparar com outros candidatos, descartar em lotes e guardar a informação para futuros processos de recrutamento e seleção.

Permitem a criação de scorecards para que apenas sejam promovidos os candidatos que preencham as condições e competências exigidos para o cargo. Os candidatos são questionados sobre as suas aptidões e competências com killer questions ou avaliados com os testes psicotécnicos acima mencionados.

Ferramenta scorecards

Simultaneamente, para detetar as aptidões e competências dos colaboradores, reconhecer os seus pontos fortes e fracos e implementar planos de formação para os ajudar a crescer profissionalmente, é também necessário um software de avaliação de desempenho

Matriz de talento

Com ele, consegue analisar o desempenho dos seus empregados e fornecer-lhes um feedback aos colaboradores eficaz e baseado em dados concretos. Resumindo, uma solução tecnológica com a qual pode identificar os principais talentos da sua empresa (muitas vezes escondidos) e melhorar o seu desempenho, tendo objetivos bem definidos. 

ATS de recrutamento e seleção com multiposting

Deixe um comentário